Segunda, 24 de Janeiro de 2022
25°

Poucas nuvens

João Pessoa - PB

Dólar
R$ 5,49
Euro
R$ 6,22
Peso Arg.
R$ 0,05
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão aprova o uso, pelas forças de segurança, de carros recolhidos por adulteração

Reila Maria/Câmara dos Deputados Deputado Rodrigo Coelho, relator da proposta A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou ...

26/11/2021 às 21h15
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Deputado Rodrigo Coelho, relator da proposta - (Foto: Reila Maria/Câmara dos Deputados)
Deputado Rodrigo Coelho, relator da proposta - (Foto: Reila Maria/Câmara dos Deputados)

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 5738/19, do Senado, que autoriza as forças de segurança pública a utilizarem, mediante autorização judicial, carros recolhidos cujos donos não puderem ser identificados em razão de adulterações nas numerações rastreáveis.

De acordo com o texto aprovado, o emprego do veículo em atividades exclusivas de segurança pública fica condicionado a pedido fundamentado, vistoria e exame pericial. Será expedido registro provisório em favor do órgão de segurança autorizado pela Justiça a utilizar o veículo. O projeto estabelece ainda que, se houver identificação futura do proprietário, o veículo deverá ser retirado de circulação, sendo lhe dada a destinação cabível.

Falta de recursos
Autor da proposta, o senador Elmano Férrer (Pode-PI) argumenta que a medida pode evitar que muitos veículos acabem sucateados pela ação do tempo e por falta da manutenção. “Enquanto isso, as polícias se encontram em situação difícil, com falta de recursos e de aparato para concluir investigações e para atividades de policiamento ostensivo e preservação da ordem pública”, disse.

O relator, deputado Rodrigo Coelho (Pode-SC), concordou com o autor e recomendou a aprovação do projeto, optando pela rejeição das 15 propostas apensadas. “É evidente a necessidade de conciliar os interesses dos proprietários e a operacionalização dos procedimentos por parte da Administração”, disse.

Tramitação
O projeto será ainda analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois seguirá para o Plenário da Câmara dos Deputados.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Ele1 - Criar site de notícias